segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Enita V Troncos


Enita era um perigo para os fazendeiros. O que via escrevia. Até o que ouvia, tornava-se letra. Foi aquele boom que a tornou uma das testemunhas mais perigosas do processo que nunca se encerrou. Quem arrancou uma orelha do jovem makurap com um tiro de cartucheira?
Um avião do Ibama poderia ter filmado a cena, pois fazia voos rasantes provocadores sobre a aldeia dos Mequens, no Sul de Rondônia.
Era um dia como outro, nenhuma novidade neste tiroteio. Os agentes federais vinham a uma batida delatada, pois os madeireiros estavam alertados por fontes adocicadas na propina.
Trancaram a estrada com troncos monumentais e mandaram bala. A orelha do garoto makurap é prova material do crime. Foi o que viu, ouviu ,e pode escrever. Não digam que ela foi dormir na boa, achando tudo normal, aquele dia estava apenas começando.

Autora Iracema forte Caingang
Todos os direitos reservados

4 comentários:

  1. Oi, Iracema!

    Vim avisar que fizemos algumas mudanças no blog Eu também leio, onde escrevo sobre livros em parceria com a Tempestade.
    E ele acabou mudando de endereço também.
    Sendo assim, quero convidar você, que já nos seguia no antigo blog, a nos visitar e seguir o novo, que agora se chama Universo Literário.

    Visite, dê a sua opinião, mande suas resenhas, suas sugestões...

    Enfim, o blog é pra todo mundo!

    O novo endereço é

    http://universoliterario1.blogspot.com/

    Esperamos você por lá!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. que bonitooo. cada dia que te leio aprendo um pouco sobre o que me era tão desconhecido.

    bjs
    Isana

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Iracema!!

    Tão belo como José de Alencar escreveu seu poema, em versos e prosas, narrando "Iracema", você também, querida Iracema, postou seus trabalhos em prosa e versos, onde realçou mais ainda a beleza de sua Arte...
    Meus parabéns querida, simplesmente lindo!

    Um ótimo domingo pra Ti, cheio de prosas e versos, que encante seu coração...

    Com todo carinho

    Marcio RJ

    ResponderExcluir